19 3871 0546 / 3869 5654
casadacriancavalinhos@hiway.com.br

Acolhimento Familiar

Acolhimento Familiar reforça equipe e anuncia participação na Festa do Figo

O Serviço de Acolhimento Familiar, promovido pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, inicia o ano com um importante reforço em sua equipe multidisciplinar. A psicóloga Camila Forster Marques, com mais de 10 anos de experiência, integra o time para ampliar o alcance das políticas públicas relacionadas à área. O Serviço de Família Acolhedora é uma Política Pública da Assistência Social, uma modalidade de acolhimento prevista por lei no ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, desde 2009.

Atendimento: O Serviço de Acolhimento Familiar tem como meta para este ano ampliar o número de famílias acolhedoras capacitadas, visando atender as demandas do município.

Presença na Festa do Figo: A equipe da Família Acolhedora estará presente na Festa do Figo, com uma ação de divulgação para despertar o interesse do público. Durante o evento, agendarão atendimentos para aprofundar discussões na instituição. O objetivo é disseminar informações sobre os serviços oferecidos, promover uma compreensão mais ampla e fortalecer o compromisso com a comunidade. A presença de todos é esperada para estreitar laços em prol do bem-estar social. A ação será realizada nos dias 18/01 às 18h30, 25/01 às 19h e 28/01 às 10h.

Nova Psicóloga: Com uma sólida formação em psicologia pela Unifesp e mais de uma década de experiência em atendimentos na média e alta complexidade, em abrigos e instituições de Campinas, Camila Forster Marques assume a área de psicologia do Serviço de Acolhimento Familiar. Seu objetivo é atender os acolhidos e todos os envolvidos, mas também desmistificar a dinâmica da Família Acolhedora, enfatizando que o processo envolve oportunidades valiosas com ganhos na vida das crianças e dos envolvidos.

“Nosso desafio é desmistificar a dinâmica da Família Acolhedora. Abordamos sistematicamente o processo, assegurando a todos os envolvidos que não se trata de abandono, mas sim de uma oportunidade de reescrever histórias de vidas das crianças e de todos os envolvidos. Este é um processo fluido, gratificante e feliz, que promove a saúde integral e envolve as famílias como parceiras.”

Atendimentos Personalizados e Planejados:

Os atendimentos psicológicos do Serviço de Acolhimento Familiar são realizados de forma planejada, semanalmente ou quinzenalmente, de maneira individual e coletiva, adaptando-se a cada situação específica. Durante todas as etapas do acolhimento, há um acompanhamento sistemático para garantir o suporte necessário. Intervenções pontuais são realizadas pela equipe multidisciplinar, oferecendo apoio 24 horas sempre que necessário.

Os interessados em apoiar ou participar do Serviço de Acolhimento Familiar podem agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe. Para mais informações, entre em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113.

Leia mais

Família Acolhedora apresenta novidades e reforça exercício dos munícipes

Equipe ganha nova coordenação, segue com capacitações e palestras de divulgação do serviço

Tem novidade no Serviço de Acolhimento Familiar, desenvolvido pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Karen Battaglin, anteriormente psicóloga no Serviço, assume a coordenação com o objetivo de atender às demandas do município. O foco principal segue na manutenção e ampliação do número de famílias habilitadas para a atuação.

Karen Cristina Costa Battaglin, casada, mãe de dois adolescentes, formada em psicologia há 22 anos, reúne experiência no terceiro setor e em atendimentos de média e atualmente alta complexidade às famílias em vulnerabilidade social. Agora, como coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar, destaca a importância das atividades conduzidas por sua equipe.

“As crianças e adolescentes têm o direito de crescer em um ambiente receptivo, principalmente aqueles que não puderam continuar com suas famílias de origem, por violação de direitos. Um lar temporário seguro e afetivo, onde podem aguardar as decisões judiciais, se faz imprescindível para o crescimento saudável deles. Convidamos a todos a conhecer este trabalho; quem puder ser uma Família Acolhedora só tem a ganhar também. Temos registros de praticamente a totalidade das vivências com um ganho imensurável para as famílias que se voluntariaram aqui. Há relatos altamente gratificantes, com histórias de vida que se transformaram para melhor significativamente, há uma construção de uma história muito mais feliz para todos.”

O Serviço de Acolhimento Familiar segue com a divulgação, captação, formação de novas famílias acolhedoras, acompanhamento periódico as famílias através de visitas, atendimentos individuais, grupais e reuniões mensais.  Para expandir a divulgação do serviço, a equipe também oferece palestras e apresentações gratuitas em empresas, instituições e escolas de Valinhos.

O Serviço de Acolhimento Familiar é uma iniciativa realizada pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Aqueles interessados em apoiar e participar também podem agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe do Serviço. Para obter mais informações, é possível entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113, ou acessar o site www.casadacriancaedoadolescente.org.br.

Leia mais

Palestras em empresas sobre prevenção de violência 

Família Acolhedora possui equipe capacitada para aplicar palestras

A Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, por meio do Serviço de Acolhimento Familiar, dará início neste mês a um ciclo de palestras gratuitas sobre Prevenção de Violência Doméstica. O objetivo principal é sensibilizar e prevenir esse problema que afeta muitas famílias brasileiras, tendo como principais vítimas crianças, adolescentes e mulheres. Empresas e organizações interessadas podem agendar a aplicação das palestras diretamente com a equipe do Serviço.

As empresas e organizações comerciais planejam ao longo do ano diversas maneiras de manter seus colaboradores informados e atualizados sobre temas que possam impactar a saúde e a segurança, tanto física quanto psicológica, visando evitar acidentes e doenças ocupacionais. As palestras sobre Prevenção de Violência Doméstica podem ser programadas para serem aplicadas durante a SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho, um evento voltado às empresas, com o propósito de abordar temas que sensibilizem e informem os funcionários sobre questões presentes na sociedade que afetam suas vidas.

A equipe do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora informa que tem como objetivo alcançar o maior número possível de pessoas com esta ação, promovendo uma cultura de apoio e intolerância à violência doméstica no município.

“Essa palestra desempenha um papel crucial na sensibilização e prevenção desse tipo de problema que afeta muitas famílias brasileiras. A palestra aborda os diferentes tipos de violência doméstica, suas consequências, sinais de alerta que indicam uma situação de violência e onde buscar ajuda”, explica Silvana Miranda, coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar.

As palestras serão ministradas pela equipe psicossocial e coordenação do Serviço de Acolhimento Familiar, com experiência neste tema.

O ciclo de palestras terá início neste mês, com uma apresentação na empresa valinhense EMBAVI – Empresa Brasileira de Azeite e Vinagre, durante a semana da SIPAT, abordando como prevenir situações de violência nos dias atuais. A instituição informa que para garantir o agendamento, é fundamental que as empresas manifestem seu interesse por meio do email familiaccava@gmail.com.

O Serviço de Acolhimento Familiar é uma iniciativa realizada pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Aqueles interessados em apoiar e participar também podem agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe do Serviço. Para obter mais informações, é possível entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113, ou acessar o site www.casadacriancaedoadolescente.org.br.

Leia mais

Família Acolhedora faz palestras em escolas de Valinhos

Você também pode solicitar palestras educativas para sua escola

 O Serviço Família Acolhedora realiza palestras educativas em escolas na cidade de Valinhos. O objetivo deste trabalho é divulgar o programa família acolhedora, suas ações e esclarecer dúvidas entre profissionais da educação, pais, crianças e adolescentes. A equipe da Casa da Criança, responsável pelo Serviço Família Acolhedora de Valinhos, atendeu ao convite do Colégio Rinnovare e participou do evento “Protagonista da sua própria história de vida,” inaugurando a temporada de palestras deste semestre, com um conteúdo personalizado.

Para Karen Cristina Costa Battaglin, psicóloga do Serviço Família Acolhedora, levar a realidade de outras famílias às escolas é fundamental para promover uma sociedade mais consciente e atuante. Ela afirma: “Nós apresentamos às crianças desta escola uma visão geral do programa Família Acolhedora, explicando sua finalidade e como alguém pode se tornar parte dele. Os temas são essenciais, incluindo ações educacionais preventivas e estratégias para empoderar as crianças. Utilizamos uma abordagem lúdica e uma linguagem acessível, e as crianças interagiram e demonstraram compreender o conteúdo transmitido. Frases como: ‘Se minha mãe for uma família acolhedora, vou ter um amiguinho em casa para brincar,’ ou ‘A criança vai ficar por um tempo na minha casa e depois terá a sua própria’ até uma analogia do família acolhedora com a frase dita por Pelé quando fez o seu milésimo gol,  ‘Ele sendo um ícone dos esportes poderia ter lembrado nesta ocasião de seu filho, sua mãe, sua esposa mas se lembrou das crianças pobres, vulneráveis e disse para o povo brasileiro ajudar as crianças necessitadas, foram expressões resultantes desse diálogo.”

O evento realizado no Colégio Rinnovare proporcionou uma plataforma para a discussão de diversos temas relevantes à sociedade. A coordenadora pedagógica, Roselane Domingos, relatou que o evento atraiu alunos com idades entre 6 e 12 anos, acompanhados por seus professores. A apresentação abordou a realidade das Famílias Acolhedoras, seus membros e os profissionais envolvidos em todas as etapas do programa.

“Desenvolvemos o projeto ‘Protagonista da sua própria história de vida’ com o propósito de apresentar às crianças diversas profissões e a atuação na sociedade, estimulando uma reflexão sobre seus próprios valores e projetos de vida. As crianças absorveram completamente o conceito de Família Acolhedora. A equipe utilizou uma linguagem apropriada ao público, e nossos alunos aproveitaram a oportunidade para fazer perguntas pertinentes, integrando suas próprias famílias ao contexto de apoio e colaboração para um mundo melhor. Recomendo amplamente essa experiência a outras escolas e empresas, pois enriquece as relações e o trabalho pedagógico. Além disso, observamos um impacto positivo no desenvolvimento das habilidades socioemocionais dos alunos, e até mesmo nossos colaboradores foram impactados de forma positiva. Todos se engajaram mais na busca pelo autodesenvolvimento, aspirando a se tornarem melhores indivíduos, profissionais, professores e cidadãos. Este processo, sem dúvida, beneficia a todos.”

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em participar podem se inscrever no site e agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe do Serviço. Para obter mais informações, é possível entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113, ou acessar o site www.casadacriancaedoadolescente.org.br.

Leia mais

Família Acolhedora explica a construção de vínculos afetivos seguros

Impactos positivos na história de vida de acolhidos e da própria família acolhedora

 Na cidade de Valinhos, existe o Serviço de Acolhimento Familiar, voltado especificamente para crianças e/ou adolescentes que estejam em situação reconhecida de vulnerabilidade ou risco. Desenvolvido pela Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, as famílias interessadas em participar deste Serviço passam por uma capacitação, e recebem acompanhamento da equipe técnica do serviço para oferecer suporte necessário em todas as etapas. O objetivo é garantir um ambiente de cuidado e proteção, em um lar temporário recebendo atenção individualizada.

Para esclarecer dúvidas comuns sobre os vínculos afetivos e o futuro dos acolhidos e das famílias envolvidas, a psicóloga Karen Cristina Costa Battaglin, do Serviço de Acolhimento Familiar, compartilha informações importantes que podem motivar mais pessoas a conhecer e apoiar essa iniciativa.

Qual a questão mais comum referente a ser um membro da família acolhedora?

A questão mais comum relacionada a ser um membro da família acolhedora é sobre o estabelecimento de vínculos. É destacado que se houver apego, isso significa que tudo está indo bem. A proposta é justamente desenvolver vínculos seguros, baseados no amor e no afeto, que serão fundamentais para a criança e/ou adolescente tanto durante o período de acolhimento como em sua vida futura.

O que significa criar vínculos ou se apegar nesta situação, em Família Acolhedora?

O apego, nesse contexto de família acolhedora, refere-se a um vínculo afetivo ou conexão entre a criança ou adolescente e a figura de cuidado (geralmente um responsável cuidador). Esses laços são baseados nas necessidades de segurança e proteção da criança, que são fundamentais durante a infância. A teoria do apego propõe que as crianças se apegam instintivamente a quem cuida delas, visando à sobrevivência e ao desenvolvimento físico, social e emocional.

Qual o objetivo principal desta atuação?

O objetivo principal da atuação de uma família acolhedora é proporcionar à criança ou adolescente um ambiente seguro e amoroso, que lhes permita se desenvolver, apoiados pela vida em família e comunidade, além de proporcionar ressignificar sua história de vida.

Como acontece a saída do acolhido para uma nova etapa da vida?

Quanto à transição para uma nova etapa da vida, quando a criança acolhida deixa a família acolhedora, são criados vínculos e memórias durante o período de acolhimento. A equipe busca proporcionar um período saudável e seguro em um ambiente familiar. Existe um preparo adequado para o momento em que a criança ou adolescente retornará para a família de origem, família extensa ou família substituta. É normal sentir saudade nesse processo, pois faz parte do relacionamento humano. Quando amamos, sentimos saudade, mas desejamos o melhor para a pessoa. Esse sentimento é amadurecido como parte natural e importante do processo.

Como acontece este preparo e capacitação?

A preparação e a capacitação ocorrem por meio de uma programação estratégica, com encontros que incluem equipe técnica e coordenação do serviço. Nesta capacitação são realizadas dinâmicas, apresentações e trocas de experiências com outras famílias que já atuaram ou estão capacitadas como famílias acolhedoras. Além disso, há um conjunto de informações específicas sobre o Serviço e o apoio contínuo oferecido durante todo o acolhimento. A família acolhedora é preparada para desempenhar um papel importante durante o período em que a criança estiver sob seus cuidados, proporcionando um ambiente seguro, amoroso e estável para seu desenvolvimento. O vínculo construído pode fazer uma diferença significativa no desenvolvimento da criança ou adolescente, além de possivelmente transformar e beneficiar a história da própria família acolhedora.

Oportunidade de capacitação

Em agosto, haverá nova oportunidade para as famílias interessadas conhecerem de perto como funciona o Serviço de Acolhimento Familiar. Após obterem as informações, poderão se inscrever na capacitação, que inclui cinco encontros de duas horas cada. A instituição ressalta que busca por pessoas comprometidas e interessadas em apoiar o futuro de crianças e adolescentes.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em participar podem se inscrever no site e agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe do Serviço. Para obter mais informações, é possível entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113 ou acessar o site www.casadacriancaedoadolescente.org.br.

Leia mais

Capacitação da Família Acolhedora inicia agosto

Interessados podem realizar a inscrição no site ou agendar uma visita na instituição

A Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, convoca os moradores de Valinhos a participarem da Formação de Famílias Acolhedoras. No próximo mês de agosto iniciará as capacitações do segundo semestre. Os encontros serão presenciais, na unidade do Serviço de Acolhimento Familiar.

Composta por cinco encontros de duas horas cada, a capacitação realizada pela instituição promove a formação de novas famílias acolhedoras para o município de Valinhos. A equipe técnica do Serviço de Acolhimento Familiar ressalta a busca por pessoas comprometidas e genuinamente interessadas em apoiar o futuro de crianças e adolescentes. A coordenadora do serviço, Silvana Miranda, destaca que o amor e o empenho são requisitos essenciais para participar desse Serviço voluntário. “Essa é a oportunidade de se tornar um agente transformador de vidas e ao mesmo tempo em que se familiariza de perto com o trabalho que mobiliza a sociedade valinhense na defesa dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes.”

Ao participar dessa capacitação, cada participante terá a oportunidade de se conectar com histórias de vida, compartilhar afeto e desempenhar um papel essencial na construção de um futuro melhor para crianças e adolescentes. A coordenadora ressalta que o ato de acolher uma criança é um ato de amor incondicional que se trata de um benefício tanto para a criança, sua família e também para a comunidade. Estamos falando de ressignificação de violências e violação de direitos, na qual a criança e ou adolescente acolhido terá a oportunidade de vivenciar outros modelos de famílias que contribuam para sua formação biopsicosoal”

Em relação às questões técnicas da dinâmica de capacitação, a coordenadora reforça a importância de todos os membros da família estarem preparados. “A capacitação destina-se a todos os membros do grupo familiar, e a decisão de acolhimento ocorre somente no final, após a avaliação da equipe técnica, realizada em conjunto com a família interessada. Durante o processo, os voluntários capacitados poderão escolher a idade e o sexo da criança que desejam acolher. Além disso, para que o acolhimento seja bem-sucedido, é essencial que o perfil da criança seja compatível com o perfil e a dinâmica familiar. Portanto, quanto mais famílias capacitadas, maiores as chances de termos um número ideal de Famílias Acolhedoras para o município”, conclui Silvana Miranda.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em participar podem se inscrever no site e também agendar uma visita prévia para um atendimento especializado com a equipe do Serviço. Para obter mais informações, entre em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113 ou acesse www.casadacriancaedoadolescente.org.br.

 

Leia mais

Semana da Família Acolhedora de Valinhos 

Evento oficial da cidade “Semana da Família Acolhedora Valinhense” 

 

Venha comemorar com a gente a VII Semana da Família Acolhedora Valinhense dias 16, 18 e 19 de maio. Participe dos encontros e conheça mais sobre o Acolhimento Familiar realizado pela Casa da Criança e Adolescente, em parceria com a secretaria Municipal de Assistência Social de Valinhos.

 

PROGRAMAÇÃO

16/05 – 19h00 – Convite à abertura oficial da VII Semana da Família Acolhedora Valinhense
Palestra 2: O Conselho Tutelar e Conselhos de Direitos: Novo olhar para crianças e adolescentes do Brasil.por Sonia Maria Bonfantti Gonçalves eLucínio Souza Mesquita Felix
Palestra 3: Doutrina da proteção integral e o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora por Adriana Pinheiro

 

INSCRIÇÕES

Clique aqui e faça a sua inscrição neste link!  

Evento gratuito!

Acompanhe nossa programação em nossas redes sociais!

Leia mais

Família Acolhedora e os desafios do Serviço Social Oportunidade de ressignificar vidas

24 horas de atuação e apoio integral

 Com plantão 24 horas por dia, todos os dias do ano, o Serviço de Acolhimento Familiar oferece apoio integral aos envolvidos. A já reconhecida equipe técnica do Serviço reúne profissionais que atuam na coordenação, na psicologia e neste ano apresenta um novo assistente social. José Alexandre de Toledo chega com uma extensa experiência na garantia de direitos de crianças e adolescentes.

Há 04 anos o serviço é coordenado por Silvana Mara Miranda. A área de psicologia segue sob responsabilidade de Laísla Gaspar de Souza e agora com o novo assistente social a equipe seguirá com a responsabilidade em atuar em um dos serviços essenciais desenvolvidos pela Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria de Assistência Social.

José Alexandre tem vasto conhecimento, sendo mais de 20 anos de atuação, oito destes diretamente com a alta complexidade, nos serviços de acolhimento Abrigo e República. Morador de Campinas, o novo Assistente Social explica que o trabalho é intenso e gratificante na proteção direitos da criança e adolescente, como prevê o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

“A responsabilidade é grande e exige não apenas conhecimento técnico, mas comprometimento ético em relação as informações colhidas da família e sua história de vida. É motivador ver os resultados já apresentados pela equipe. Estamos focados em nossas metas, as quais juntos devemos alcançar ampliando assim o número de famílias acolhedoras, oportunizando quando necessário o acolhimento de crianças e adolescentes nestas famílias”.

A Instituição informa que o Acolhimento Familiar de Valinhos atua em todas as etapas previstas no serviço, desde a divulgação para que a informação correta chegue aos moradores do município e despertem o interesse em acolher e apoiar temporariamente crianças e adolescentes. O atendimento às famílias acolhedoras funciona 24 horas, para que elas possam exprimir suas expectativas, ter o suporte e apoio necessário para as demandas apresentadas pelas crianças e adolescentes durante o período de acolhimento.

Conforme esclarece a coordenação da Família Acolhedora, a psicóloga e o assistente social são os responsáveis pela realização de entrevistas e atendimentos com as famílias acolhedoras, famílias extensas (parentes) e famílias de origem (pais). Estes trabalhos, sob a coordenação de Silvana Miranda, podem ocorrer mesmo após o desacolhimento da criança e adolescente por até seis meses.

“Estar em uma família acolhedora pode ser um fator que contribuirá na formação do caráter e da personalidade da criança e adolescente de uma maneira positiva em seu desenvolvimento. Será a oportunidade da criança e do adolescente ressignificar sua vida”, conclui Toledo.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em obter mais informações sobre o Serviço e a capacitação poderão agendar uma consulta informativa. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410, WhatsApp (19) 98367-0113 ou aqui no site www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

Leia mais

Família Acolhedora tem evento online aberto à comunidade

Família Acolhedora tem evento online aberto à comunidade

Sara Luvisotto, do Instituto Fazendo História, participa do evento no dia 25 de outubro

 

O Serviço de Acolhimento Familiar, desenvolvido pela Casa da Criança de Valinhos, fará um encontro on-line com Sara Luvisotto, do Instituto Fazendo História, uma das organizações mais respeitadas do País, que atua em São Paulo. O evento será realizado no dia 25 de outubro, das 19 às 20h, aberto ao público – comunidade, Famílias Acolhedoras, profissionais da área e toda a Rede de Proteção à Criança.Valinhos

A instituição organizadora informa que o objetivo do evento é divulgar o Acolhimento Familiar de Valinhos para que mais pessoas possam conhecer e participar das capacitações realizadas durante o ano. Durante o evento, além de apresentar o Serviço, as etapas e o suporte oferecido às famílias, serão apresentadas as melhores práticas adotadas no País.

Formada em Serviço Social, Sara atua no Instituto Fazendo História desde 2015 e atualmente segue como coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar. A organização, localizada na região central de São Paulo, realiza o processo de integral de capacitação e acompanhamento diário para atender anualmente mais de 30 acolhimentos de crianças e adolescentes.

“É um trabalho social de muito impacto. As Famílias Acolhedoras não acolhem somente uma criança, acolhem uma história, enquanto as Família Acolhedoras acolhem uma criança, a equipe técnica cuida da família de origem. Assim uma família pode apoiar a outra em um momento de dificuldade. Isso é um ato muito bonito de cidadania e de generosidade. Trata-se de uma atuação que tem começo, meio e fim, mas o impacto é para sempre. Vale muito a pena conhecer e ser Família Acolhedora”, explica Sara Luvisotto, Coordenadora do Instituto Fazendo História.

A convidada relata que conhece de perto a atuação do Serviço de Acolhimento Familiar de Valinhos. “Conheci presencialmente o trabalho desenvolvido pela equipe da Casa da Criança de Valinhos, no Acolhimento Familiar, pude ir algumas vezes lá. Trata-se de uma equipe maravilhosa, altamente comprometida, bem preparada e como não podia ser diferente muito acolhedora para com todos os envolvidos, em todas as etapas”.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em participar do evento poderão acessar este link  da videochamada https://meet.google.com/gnn-xiyx-dbj que estará disponível também no site e nas redes sociais da Casa da Criança de Valinhos. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410 ou WhatsApp (19) 98367-0113 ou no www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

 

Leia mais

Serviço de Acolhimento apoia a superação e a união das famílias

Valinhense recebe suporte da Casa da Criança e reconquista a vida

Precisar de apoio em um determinado momento da vida não é motivo para desistir, mas sim de se fortalecer para superar desafios. Assim é o relato de uma das mães que foi apoiada pelo Serviço de Acolhimento Familiar da Casa da Criança de Valinhos.

Em 2016, a família da Aparecida Pinheiro se viu em situação de vulnerabilidade social, com quatro filhos pequenos que precisavam de cuidados especiais, até que os pais pudessem se reestruturar. Foi neste tempo que a família recebeu o apoio da equipe técnica do Acolhimento Familiar e as crianças puderam ficar com outras famílias capacitadas no serviço para acolhê-las por um ano. O acompanhamento e apoio durante todo o tempo também foram determinantes para que o amor e a união da família fossem restabelecidos e potencializados, como explica a mãe apoiada pela instituição.

“Eu estava muito envolvida com bebida e precisei me tratar em uma clínica especializada. Meu marido foi embora e meus filhos foram retirados de mim, para o próprio bem deles. Precisei passar por muita tristeza e desespero ao saber que eu poderia perder a guarda definitiva dos meus filhos, para aí então acordar e lutar com todas as minhas forças. Foi neste momento, que aceitei a ajuda da Casa da Criança com a equipe do Acolhimento Familiar. Lá elas nunca me julgaram, me mostraram o meu melhor lado, o meu potencial para reconquistar a minha família. Lembro todo dia do que passamos para não cair nunca mais nesta situação. Sou muito grata às funcionárias da Família Acolhedora e, mais ainda, às mães e pais que ficaram com meus filhos. Eles hoje também fazem parte da nossa história e da nossa família. Tenho muito carinho por eles. Essas mães foram mesmo uma segunda mãe para eles, e souberam esperar e apoiar o meu refazimento. Hoje somos mais unidos a cada dia”, conta Aparecida, mãe das crianças.

Atualmente, Aparecida trabalha na área da limpeza e café, em uma empresa de saúde. O marido voltou para a família e tem uma marcenaria com o filho. A filha mais velha trabalha com o marido em um restaurante na Espanha. A outra filha é recepcionista em um hospital. Já os outros filhos menores estudam e todos são acompanhados até o hoje pelos amigos que fez no período do acolhimento familiar.

“Se eu pudesse dar um recado para quem por ventura precisar deste apoio da Família Acolhedora, diria que não demorem para aceitar a ajuda, que abracem a oportunidade de refazer a vida e ter logo os filhos de volta. Elas (as equipes da instituição) não querem tirar os nossos filhos, buscam de todo jeito unir a família novamente. Acreditem na vitória com seus filhos em segurança e com muito amor. Para a Casa da Criança, com a Família Acolhedora, peço que nunca parem com este trabalho tão lindo, não desistam da gente e às famílias que possam seguir cuidando dos filhos de todos que possam em algum momento da vida precisar desse amor, que nada paga, somente Deus”, conclui.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em obter mais informações sobre o Serviço e a capacitação poderão agendar uma consulta informativa. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410 ou WhatsApp (19) 98367-0113 ou no www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

Leia mais