19 3871 0546 / 3869 5654
casadacriancavalinhos@hiway.com.br

Sem categoria

Família Acolhedora tem evento online aberto à comunidade

Família Acolhedora tem evento online aberto à comunidade

Sara Luvisotto, do Instituto Fazendo História, participa do evento no dia 25 de outubro

 

O Serviço de Acolhimento Familiar, desenvolvido pela Casa da Criança de Valinhos, fará um encontro on-line com Sara Luvisotto, do Instituto Fazendo História, uma das organizações mais respeitadas do País, que atua em São Paulo. O evento será realizado no dia 25 de outubro, das 19 às 20h, aberto ao público – comunidade, Famílias Acolhedoras, profissionais da área e toda a Rede de Proteção à Criança.Valinhos

A instituição organizadora informa que o objetivo do evento é divulgar o Acolhimento Familiar de Valinhos para que mais pessoas possam conhecer e participar das capacitações realizadas durante o ano. Durante o evento, além de apresentar o Serviço, as etapas e o suporte oferecido às famílias, serão apresentadas as melhores práticas adotadas no País.

Formada em Serviço Social, Sara atua no Instituto Fazendo História desde 2015 e atualmente segue como coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar. A organização, localizada na região central de São Paulo, realiza o processo de integral de capacitação e acompanhamento diário para atender anualmente mais de 30 acolhimentos de crianças e adolescentes.

“É um trabalho social de muito impacto. As Famílias Acolhedoras não acolhem somente uma criança, acolhem uma história, enquanto as Família Acolhedoras acolhem uma criança, a equipe técnica cuida da família de origem. Assim uma família pode apoiar a outra em um momento de dificuldade. Isso é um ato muito bonito de cidadania e de generosidade. Trata-se de uma atuação que tem começo, meio e fim, mas o impacto é para sempre. Vale muito a pena conhecer e ser Família Acolhedora”, explica Sara Luvisotto, Coordenadora do Instituto Fazendo História.

A convidada relata que conhece de perto a atuação do Serviço de Acolhimento Familiar de Valinhos. “Conheci presencialmente o trabalho desenvolvido pela equipe da Casa da Criança de Valinhos, no Acolhimento Familiar, pude ir algumas vezes lá. Trata-se de uma equipe maravilhosa, altamente comprometida, bem preparada e como não podia ser diferente muito acolhedora para com todos os envolvidos, em todas as etapas”.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em participar do evento poderão acessar este link  da videochamada https://meet.google.com/gnn-xiyx-dbj que estará disponível também no site e nas redes sociais da Casa da Criança de Valinhos. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410 ou WhatsApp (19) 98367-0113 ou no www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

 

Leia mais

Artista Kláu Itami é a ilustradora das latas de panetone deste ano

Sensibilidade e amizade no “Natal de cores e afetos”

Com a sensibilidade da reconhecida artista valinhense Kláu Itami, a ilustração das latas de panetone da Casa da Criança chega com a temática “Natal de cores e afetos”. Os panetones seguem com a produção da Casa Suíça e já podem ser encomendados na instituição, por R$ 45,00, nos sabores chocolate em gotas ou frutas cristalizadas.

Nascida em Valinhos, Kláu Itami é artista visual ilustradora e poeta. A sua ilustração já integrou uma coleção de camisetas que fizeram parte do figurino da novela global Malhação. Em 2013 iniciou seu canal do YouTube com vídeos de poesia falada. Atualmente cria ilustrações e objetos exclusivos como sketchbooks, marcadores de páginas, porta-copos entre outros, vendidos para todo o Brasil. O  canal segue no ar e, no Instagram, @itamiklau o público poderá conhecer mais sobre o trabalho da artista.

Kláu Itami passou um período fora da cidade, morou em Indaiatuba e em Nagahama, no Japão, onde conheceu outras culturas de perto.

“Eu recebi o convite para visitar a instituição. Pude conhecer mais sobre alguns projetos, o Janela Aberta, aulas de música e arte, tive uma breve conversa com algumas crianças e fiquei muito feliz em ser convidada para fazer a ilustração das latas. Tenho outros amigos artistas que já passaram pela Casa da Criança também ilustrando as latas de panetone. Eu fico muito honrada de ter sido a artista convidada para esse ano. É uma grande alegria fazer parte desse projeto, poder levar a minha arte para casa de outras famílias, um projeto social, uma casa que acolhe tantas crianças, um projeto tão bonito e necessário. Precisamos cuidar das nossas crianças, não só das crianças mas também das famílias. Eu fico muito feliz em poder ajudar com um pouquinho do que eu sei, com um pouquinho do que eu faço, fazer arte, colorir o mundo, levar alegria e sorriso para essas pessoas”, conta Kláu Itami.

Para desenvolver a arte da lata dos panetones da Casa da Criança, a artista conta que pensou em um Natal de cores e afetos, mais próximo da realidade, com muita cor e acolhimento.

“Eu pensei em algo delicado, que tivesse a minha identidade visual e também alguma coisa que estivesse relacionado ao Natal no Brasil. Acho que eu sempre vejo muitas referências ao Natal americano, neve, bonecos de neve, lareiras, roupas de inverno.  Para essa ilustração eu quis algo mais Brasil, eu queria um Natal de país tropical. As crianças estão representadas nas minhas ilustrações para a lata, estão com roupas mais leves. Lembro que quando eu comecei a fazer essa ilustração em específico, eu abri uma caixinha de perguntas no Instagram, e pedi para que as pessoas aqui no Brasil, me contassem o que lembrava o Natal, quais eram as referências de Natal para elas, a grande maioria falou em panetone, luzes e árvores, então eu quis colocar também um pouco do que as pessoas me falaram. As minhas ilustrações são sempre bem coloridas e para esse projeto não poderia ser diferente. Eu quis deixar transparecer esse sentimento de amizade, calor, acolhimento. Espero que tenha conseguido traduzir com sucesso esses sentimentos”, conclui a artista.

As empresas e pessoas interessadas em encomendar os panetones da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos devem registrar os pedidos por e-mail casadacriancavalinhos@hiway.com.br  ou por telefone 19  3869-5654 ou 19 99186-8349.

Leia mais

Setembro Amarelo e Saúde Mental

O Setembro Amarelo tem por objetivo tratar a questão do suicídio, levando este tema para discussão da sociedade através dos meios de comunicação. Esta medida se faz necessária em um país onde, por ano, 14 mil pessoas tiram sua própria vida. Isso é um retrato de uma questão que é culturalmente negligenciada pela população: o cuidado com a saúde mental.

Saúde mental é tão importante quando a saúde física. Se não estamos emocionalmente bem, tudo vai mal, o desempenho no trabalho, a relação com a família, amigos etc. E assim como a saúde física, se tratamos dela de maneira preventiva, a chance de ter um transtorno maior diminui consideravelmente. Existem diversas maneiras de realizar este cuidado preventivo, sendo o principal deles o atendimento psicológico individual.

Ainda existe muito preconceito com o atendimento psicológico – ou a psicoterapia, como também é chamado – sendo ainda atribuído a aqueles que possuem um transtorno grave. Quantas vezes não ouvimos alguém dizer que “não é louco” quando ouvem a sugestão de procurar por um psicólogo? Pode parecer óbvio para muitas pessoas, mas não custa lembrar: psicólogo não é para quem é louco, e sim para fazer a manutenção preventiva das nossas funções emocionais.

Todos nós precisamos de um lugar só nosso. Um espaço onde podemos compartilhar as nossas vivências, as nossas experiências, nossas angústias, frustrações e medos, com alguém que possui uma escuta especializada. Alguém que foi preparado para lidar com estas questões, que consegue ouvir e propor reflexões que nos façam compreender melhor nossos sentimentos. O atendimento psicológico pode ajudar a identificar um sofrimento intenso, que pode evoluir para um processo depressivo e até mesmo terminar de maneira trágica. Este profissional pode, inclusive, identificar quando existe a necessidade de um atendimento psiquiátrico, nos casos em que um tratamento medicamentoso de faz necessário junto à terapia.

No caso de instituições de acolhimento, como é o caso da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, possuí um psicólogo que ajuda os acolhidos a lidarem com as dificuldades decorrentes deste momento em que estão afastados de sua família de origem. Ainda assim, todos são estimulados e encaminhados a terem o seu atendimento psicológico individual, com o profissional externo, para que possam ter o seu momento de cuidado único, singular.

Educadores sociais

O tema do Setembro Amarelo também é lembrado pela equipe de educadores sociais, que sempre realizam alguma atividade educativa com as crianças e adolescente durante este período. Assim, todos ficam por dentro deste assunto tão importante, e podem replicar este conhecimento nos outros espaços por onde transitam.

Esta deveria ser a realidade da sociedade como um todo, que todos tivessem consciência da importância da psicoterapia, e pudessem dedicar este tempo ao cuidado de si mesmo. Hoje existem serviços públicos que oferecem atendimento psicológico pelo SUS, instituições de ensino superior que atendem gratuitamente e profissionais que atendem a preços justos. Cabe lembrar que estamos falando de saúde, logo isso não deve ser considerado um gasto, e sim um investimento em nós mesmos. E lembrando, é importante buscar por um profissional qualificado, com boas indicações e devidamente registrado junto ao Conselho Regional de Psicologia.

E que o Setembro Amarelo possa servir para nos lembrar de que o suicídio pode sim ser evitado quando paramos por uma hora durante a nossa semana para olharmos para nós mesmos. Quando temos um tempo para sermos ouvidos, e para ouvir a nós mesmos quando estamos compartilhando nossas angústias com um profissional.

 

Gabriel de Sousa Vieira

Psicólogo do Acolhimento – Abrigo 

Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos

CRP 06/140207

 

 

 

 

Leia mais

Outubro tem programação especial na Casa da Criança

Vários eventos marcam o mês do Dia da Criança e Dia Nacional do Livro

Em comemoração ao Dia das Crianças (12 de outubro), por meio do programa Janela Aberta, a Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos planejou uma série de eventos para entreter a todos durante o mês de outubro.

Programada para reunir os inscritos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, a festa do Dia das Crianças será realizada no dia 15 de outubro, na quadra da instituição, com direito a brincadeiras, gincanas e muita diversão para as crianças e seus familiares.

Haverá também a comemoração do Dia Nacional do Livro (dia 29). Durante todas as semanas, as crianças e adolescentes receberão intervenções culturais com pesquisas dirigidas, contos e poesias. No dia 28 de outubro, a instituição, em parceria com o Sesi, responsável por uma arrecadação de livros com a ajuda dos alunos, doarão diversas obras para a comunidade. Neste dia farão a comemoração ao dia do livro com uma feira para a distribuição gratuita de livros infantis. Para completar as comemorações haverá um aulão especial de Roda de Capoeira com as crianças do Serviço de Convivência. O evento será realizado na praça do bairro Jardim América II.

“Neste mês de outubro contamos com a importante colaboração de alguns apoiadores. Nossos colaboradores e voluntários planejaram cada detalhe para que os eventos do mês das crianças sejam alegres, criativos e dirigidos com conteúdo educativo e claro, muito animado. Ainda estamos captando doações de brinquedos e guloseimas. Quem puder apoiar será bem importante. Assim, todos estando perto ou longe também farão parte desta festa”, conta Lidiane Recco, coordenadora da Casa da Criança.

As atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são realizadas em parceria com a Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Esportes e Cultura da Prefeitura de Valinhos. Para apoiar os projetos da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, ligue 19 3869-5654 ou acesse o site casadacriancadevalinhos.org.br.

Leia mais

Família Acolhedora tem novos integrantes capacitados

Casal valinhense se prepara para apoiar o futuro de crianças e adolescentes

O Serviço de Acolhimento Familiar da Casa da Criança de Valinhos segue com a capacitação de interessados em atuar nas frentes de apoio e acolhimento de crianças e adolescentes. Neste mês de setembro, um casal valinhense concluiu as etapas que compõem a capacitação para atuar como Família Acolhedora e se encontram à disposição para receber temporariamente as crianças que possam precisar de apoio até que suas famílias possam se reorganizar.  

O casal Tânia e Claudinei Paranhos descreve como sentiu que poderiam atuar em uma causa social maior, algo que tivessem condições de contribuir para um mundo melhor. Como professora aposentada, Tânia relata que sabe como é gratificante constatar a sua contribuição, mesmo que pequena, ao rever ex-alunos, hoje adultos, que se tornaram pessoas boas e felizes.

 “Em um primeiro momento, não me vi preparada para ficar somente por um tempo com uma criança, depois entendi como esse tempo pode ser fundamental para o desenvolvimento dela. Vejo isso também quando encontro meus ex-alunos bem e felizes, acredito que posso ter contribuído um pouco na jornada deles. Agora, entendo que o acolhimento familiar oferece muitos benefícios às crianças e suas famílias. Também é possível se preparar para esses momentos de chegadas e partidas. Os encontros promovidos pela equipe deste Serviço foram fundamentais para termos mais preparo e segurança para acolher as crianças. Conhecemos outras famílias que já atuam há muito tempo e seguem recomendando a atuação por ser altamente gratificante”, explica Tânia.

Com duas filhas adultas formadas em nutrição e psicologia, o casal recebeu incentivo da família, porém contam que os amigos, que ainda não conhecem bem o Serviço de Acolhimento, acham que não se trata de uma atuação feliz. “Tento explicar para as pessoas que pesquisamos muito, foi possível entender e nos formar e informar sobre essa atuação tão forte e importante. Trata-se da nossa vontade de contribuir para o crescimento de seres humanos, crianças, que poderão, quem sabe, se tornar adultos melhores, ou seja apoiar para a construção de um mundo melhor, mesmo que ainda de forma singela. Acredito que vamos poder amar e apoiar essas crianças e que a atuação será muito positiva e marcante para elas e para a nossa família também”, ressalta a professora.

Para a equipe da Casa da Criança – Serviço de Acolhimento Familiar o casal está bem preparado para atuar de forma a contribuir com a vida das crianças que são encaminhadas para receber essa oportunidade de convivência familiar.

“Desde que conhecemos a Tânia e o Claudinei as nossas expectativas foram as melhores possíveis, pois eles se mostraram bastante interessados. No decorrer do processo de capacitação pudemos perceber o quanto o casal está motivado e esperançoso em poder contribuir com o Serviço e com as crianças que venham a necessitar de acolhimento temporário. Acreditamos que a família está preparada para essa experiência, consciente sobre o funcionamento do Serviço e animada para abrir as portas de sua casa e proporcionar uma vivência saudável, segura e afetiva em um período difícil para alguma criança”, Laisla Souza, psicóloga do Serviço de Acolhimento Familiar.

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em obter mais informações sobre o Serviço e a capacitação poderão agendar uma consulta informativa. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410 ou WhatsApp (19) 98367-0113 ou no www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

 

Leia mais

Janela Aberta tem novas oficinas gratuitas

Projeto disponibiliza oficinas de artesanatos, futebol, circo, inglês e yoga

Com novas oficinas gratuitas, o projeto Janela Aberta da Casa da Criança abre vagas para crianças, adolescentes e também para adultos em algumas modalidades. Em parceria com a Secretaria de Esportes e Cultura de Valinhos, a instituição apresenta oportunidades para a comunidade realizar atividades gratuitas por meio de oficinas de Artesanato, Futebol, Circo, Inglês e Yoga.

As oficinas de Artesanato serão aplicadas por voluntárias especializadas, que atuam no grupo Margaridas, e desenvolvem peças artesanais sustentáveis como roupas de lã, objetos de decoração, brinquedos educativos e bolsas. Esta oficina é aberta a todos os interessados, moradores de Valinhos, com idade superior a 13 anos.

Exclusivamente para as crianças e adolescentes, o projeto disponibiliza as oficinas de Futebol e Circo. Estas atividades são desenvolvidas por educadores experientes, com vasto repertório e técnicas reconhecidas para apoiar o desenvolvimento humano social, emocional e físico dos inscritos.

Com vagas limitadas, entre as novidades estão as oficinas de Yoga e Inglês voltadas para todas as idades. As atividades estão previstas para iniciar com módulos básicos para que todos possam ingressar no mesmo nível e receber os fundamentos iniciais, podendo avançar a cada semestre.

As oficinas de Hatha Yoga já são oferecidas as crianças e adolescentes, inscritos no Janela Aberta. Agora haverá um horário exclusivo para adultos. Joyce Hara, voluntária, com formação específica na modalidade, é responsável pela aplicação das oficinas de Yoga. Ela conta que as oficinas têm boa adesão e as crianças sentem os benefícios da prática na rotina semanal. A Hatha Yoga é um método milenar, que inclui técnicas de respiração conhecidas como pranayamas e também posturas corporais denominadas ásanas.

“Além das técnicas de posturas e respiração presentes no Hatha Yoga, para as crianças incluímos atividades lúdicas com massinha, histórias, breve meditação, desenhos e artes como a criação da flor da gratidão. As crianças assimilam bem a prática, chegam cada uma com o seu tapetinho de Yoga e já se posicionam para iniciar as atividades. Eu me especializei na formação de Yoga e depois com cursos específicos para crianças, inicialmente para aplicar com meus filhos e agora temos a oportunidade de oferecer para muitas outras crianças e adolescentes da instituição. Nestes tempos em que todos vivem repletos de informações e muito tempo conectados à internet, é fácil identificar como o Yoga favorece o equilíbrio emocional e físico também. As crianças ficam muito mais tranquilas, sentem que aquele tempo é algo pensado para elas, um momento que já valorizam e buscam aproveitar bem. A atenção às atividades e aos movimentos são importantes, mas o relaxamento é fundamental, algumas crianças até dormem e depois acordam mais serenas e conscientes da proposta de equilíbrio integral que poderá apoiá-las durante toda a semana. Já os adultos poderão se beneficiar com o método que apresenta novos caminhos para encontrar mais paz, tranquilidade e paciência, uma nova forma de convivência harmônica para todos”, explica Joyce Hara.

As famílias interessadas poderão se inscrever nas oficinas do Janela Aberta pelo telefone 19 3871-0546 ou na recepção da instituição. As vagas são limitadas. Confira a programação de atividades:

 

Programação das Oficinas (crianças e adultos)

Artesanato: 4ª feira das 14h às 15h

Futebol: 3ª feira das 9h às 10h

Circo: 4ª feira das 9h às 10h ou das 14h às 15h

Yoga: 5ª feira das 9h30 às 10h30 / 14h às 15h (crianças) 16h às 17h (adultos)

Inglês: 6ª feira das 9h às 10h

As atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são realizadas em parceria com a Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Esportes e Cultura da Prefeitura de Valinhos. Para apoiar os projetos da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, ligue 19 3869-5654 ou acesse o site casadacriancadevalinhos.org.br.

 

Leia mais

Saúde, união e alegria no Almoço Árabe da Casa da Criança

Reserve o dia 25 de setembro e aprecie o melhor da culinária árabe

Para quem aprecia as iguarias da gastronomia árabe sabe que o sabor é inigualável. E para os que ainda resistem aos encantos dos pratos milenares da região do berço da civilização terão a oportunidade de conhecer os sabores, os benefícios para a saúde e um pouco da história das refeições que unem povos e famílias pelo mundo. A Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos fará o “Almoço Árabe da Casa” no dia 25 de setembro, com entrega na instituição, no sistema drive thru. As encomendas já podem ser feitas pelos telefones ou na loja virtual.    

A cultura árabe apresenta a valorização dos momentos das refeições para confraternizar, unir e pacificar situações. É por meio da alimentação saudável e generosa que demonstram também afeto, solidariedade e apoio aos convidados, como conta a nutricionista Daisy Scholliers.

“Os famosos pratos da culinária árabe reúnem não somente fatos históricos, bíblicos e lendários, mas também muita sabedoria ao reunir alimentos benéficos à saúde. A presença de vegetais, leguminosas e grãos, utilizando pouco sal e óleo, apresentam baixos níveis gordura, colaborando para manter uma alimentação saudável livre de colesterol e evitando doenças cardiovasculares. Normalmente os ingredientes presentes nesta gastronomia possuem itens frescos, naturais, ricos em fibras, vitaminas do complexo B e triptofano, importante para a produção de serotonina, substância do bem-estar, famoso por associar as sensações a momentos felizes”.

Este “Almoço Árabe da Casa” inclui itens clássicos e o cardápio inclui coalhada seca, homus, babaganoush, tabule, um kibe assado vegetariano, três kaftas grelhadas, arroz com lentilha e cebola caramelizada, além de dois pães sírios e sobremesa. Nesta edição há também a opção para vegetarianos.

“A nossa expectativa para este ano é superar o número de pratos vendidos no ano passado, uma vez que este evento foi muito bem aceito e elogiado por todos que saborearam o Almoço Árabe da Casa. Contamos com a organização e realização da equipe “Cozinheiros do Bem”, sob o comando de Ronaldo Buzato, voluntário da Casa da Criança há mais de 20 anos. Esperamos contar o apoio da comunidade valinhense, que através da solidariedade contribuirá com os três programas desenvolvidos pela instituição”, salienta a diretora voluntaria de evento, Wanda Dinni.

Os interessados poderão reservar o “Almoço Árabe” e retirar no formato drive thru, no dia 25 de setembro, entre 12 e 14 horas, na entrada da instituição – rua Campos Salles, 2.188 – Jardim América II – Valinhos-SP, em Valinhos. A compra também pode ser realizada diretamente no site https://loja.casadacriancadevalinhos.org.br/ Mais informações pelo telefone (19) 3871-0546, WhatsApp 19.995766257.

A arrecadação será revertida diretamente aos trabalhos da instituição que, há 29 anos, atua com transparência, qualidade reconhecida e premiada entre as 100 Melhores Ongs do País e com a chancela do Selo de confiança DOAR. 

Leia mais

Brincadeiras e jogos unem e divertem as famílias

Família Acolhedora realiza dinâmicas criativas com artista e educador

 

Quando as famílias estão preocupadas com a educação, valores e segurança, muitas vezes não relacionam essas questões com o brincar. Nesta última semana, o educador e artista Luís Gustavo Guimarães foi convidado a aplicar uma dinâmica com jogos e brincadeiras para os integrantes da Família Acolhedora de Valinhos. Para a equipe técnica do serviço de Acolhimento Familiar, o evento registrou não somente a integração, mas diversão, empatia e muito conhecimento a ser compartilhado.

Luís Gustavo Guimarães é artista visual collagista e ministra oficinas de Collage, doutorando e mestre em Educação pela UNICAMP, além de coordenador pedagógico na rede municipal de Valinhos, atuando na área da educação há mais de 20 anos. Neste evento, direcionado às pessoas que atuam como Família Acolhedora, Luís Gustavo, por meio do brincar e de jogos, trabalhou questões ligadas à ética, empatia e informação no universo da educação.

“Eu conheci a Família Acolhedora há alguns anos, quando a equipe técnica do Serviço de Acolhimento Familiar apresentou o trabalho desenvolvido e as crianças que seriam matriculadas na escola em que eu atuava. Convidamos a equipe técnica para aplicar uma palestra aos professores. Mantivemos os contatos para integrar as atuações no suporte e acompanhamento aos alunos. Identificamos boas oportunidades de interagir também com as famílias, assim pude atuar com eles neste evento que promoveu uma importante troca de saberes e claro muita diversão útil, que levaremos para toda vida”.

Para o artista e educador, investir tempo e demonstrar interesse nas brincadeiras da criança auxilia na confiança e estimula o desenvolvimento de habilidades sociais e de linguagem. “As brincadeiras podem desenvolver a conexão natural entre membros da família. É fundamental que os responsáveis incentivem a aprendizagem e a criatividade das crianças, em casa, de forma lúdica e divertida. Neste momento é importante escutar atentamente as mensagens que são ali apresentadas, seguir com conversas salutares e alegres. Essa relação nutre os vínculos com quem cuida e deixará marcas na formação deles”.

 5 Benefícios dos jogos e brincadeiras em família:

  1. Motiva a boa convivência, cooperação e atuação em grupo;
  2. Promove o encantamento no processo de aprendizado conjunto;
  3. Incentiva a criatividade e a imaginação;
  4. Desenvolve a disciplina para organizar a vida escolar, pessoal e até profissional;
  5. Amplia as habilidades socioemocionais, o autoconhecimento e a confiança no potencial de cada um.

“Foi somente por meio deste contato direto com a equipe do Serviço de Acolhimento Familiar que pude conhecer como realmente funciona e os inúmeros benefícios ofertados às crianças. Esse trabalho em rede é essencial, precisamos seguir fortalecendo essa troca entre as equipes das escolas, unidades de saúde, instituições de apoio, como a Casa da Criança com este serviço, o serviço social, enfim toda rede do município, para dar o melhor suporte e futuro as crianças e adolescentes da cidade. E a arte do brincar é um dos caminhos mais integradores e felizes que podemos utilizar para seguir neste objetivo maior, com todos os envolvidos neste nosso processo e comprometimento para com o futuro das crianças”, conclui Luís Gustavo Guimarães.  

4 Indicações de jogos para as famílias:

– Jogo da Velha 

– Dama e trilha

– Paper games Taco, Gato, Cabra, queijo Pizza

– Speed Cups

– Recomendo o Jogo Bandido (Cooperativo)

 

O Acolhimento Familiar é realizado pela Casa da Criança e Adolescente de Valinhos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em obter mais informações sobre o Serviço e a capacitação poderão agendar uma consulta informativa. Mais informações entrar em contato por e-mail: familiaccava@gmail.com, telefone (19) 3829-3410 ou WhatsApp (19) 98367-0113 ou no www.casadacriancaedoadolescente.org.br 

 

 

Leia mais

Agosto cultural no Janela Aberta terá música e dança

Sensibilização por meio da história dos ritmos musicais na Festa da Cultura Brasileira

 

A Festa da Cultura Brasileira, do Janela Aberta, da Casa da Criança, acontecerá durante todo o mês de agosto, para os inscritos no programa. Com foco na música e na dança, as crianças e adolescentes terão contato com a história de diferentes ritmos, nos diversos tempos. A Festa da Cultura Brasileira é um evento anual do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Janela Aberta e tem como objetivo despertar o interesse pelos saberes da arte presentes no Brasil e no mundo.

O evento propõe levar informação, cultura e arte aos inscritos e busca atrair a atenção das famílias para os temas abordados, como explica a psicóloga Taynara Souza.

“Neste ano a equipe entendeu a necessidade de trabalhar a pluralidade de culturas que moldam nosso país. A escolha do tema é trabalhado nas oficinas de ballet, com os diferentes ritmos do samba. Na capoeira terá uma abordagem das suas raízes afro-brasileira. Sobre o funk, que ganha cada dia mais o gosto musical deles, vamos apresentar um contexto histórico para que possam conhecer mais e ampliar o olhar cultural”, explica Taynara Souza.

Para apresentar o estilo musical funk, a equipe do Janela Aberta foi buscar dados desde as primeiras influencias norte-americanas, no final da década de 1960. Com a origem no soul music, chegando ao Brasil nos anos 70 e 80, com Tim Maia e Tony Tornado, com uma batida brasileira, e na sequência as derivações no rap, hip-hop e break.

Formada em educação física, Gislaine Evaristo, atua como educadora no Janela Aberta e conta como os ritmos musicais dão voz e podem trazer mais reflexão à sociedade.  

“As gerações são envolvidas por diferentes ritmos musicais. Cada movimento leva uma ideia de expressão, algo que possam apresentar a realidade e a vivencia deles. Neste evento, buscamos dar a oportunidade de mostrar que o funk pode ser algo ainda mais revelador, com letras conscientes e até mais elaboradas do que somente o repertório comercial, que as crianças e adolescentes possam conhecer. Podemos expandir horizontes, desmistificar o funk e aproximar também os pais para que possam contar a vivência deles, quando mais jovens. E claro vamos dançar muito com o apoio de oficineiros especializados em coreografia como Kaike e Amanda”, explica a educadora.

Para Taynara Souza, os objetivos da Festa da Cultura Brasileira são ampliados com o envolvimento musical. “Uma das frentes do serviço de convivência é dar acesso a novos saberes e o respeito à diversidade seja ela interpessoal, cultural, étnica, etc. O objetivo das oficinas é sensibilizar as crianças e adolescentes para as diversas realidades, conhecimentos, costumes e características que não são somente deles, e que formam o nosso país e o mundo”, conclui Taynara.

As atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são realizadas em parceria com a Secretaria de Assistência Social, da prefeitura de Valinhos. Para apoiar os projetos da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, ligue 19 3871-0546 ou acesse o site casadacriancadevalinhos.org.br.

Leia mais