Fortalecimento para uma nova etapa da vida

São muitas as fases e pessoas envolvidas no processo de saída de uma criança ou adolescente do acolhimento institucional. O período vivenciado pode ser diferente para cada acolhido, assim como a emoção da preparação da sua saída. Os profissionais, familiares e acolhidos relatam que são muitos os sentimentos a serem trabalhados, assim como o cuidadoso acompanhamento em cada ação prevista nesta importante etapa da vida de quem precisou ser acolhido.

Na Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos a equipe técnica explica que replanejar o futuro de crianças e adolescentes requer reorganizar uma série de fatores como social, pedagógico, psicológico e de saúde integral. Há uma preocupação também para resignificar relações com as famílias e com os colegas que ficam na instituição, além do acompanhamento de todos os envolvidos, como relata o educador Thiago Santos.

“Os adolescentes chegam ao acolhimento assustados, por ser uma situação nova e por já carregarem uma história de abalos de direitos que o levaram até lá. Apresentar a nova rotina nem sempre é fácil e confortável para eles. Porém com o tempo percebem que estão em uma nova fase decisiva, que marcará positivamente a história de superação deles. Com muito trabalho da nossa equipe técnica, envolvendo carinho, cuidados com a saúde física e psicologia, os acolhidos podem aproveitar de valiosas oportunidades para reescreverem suas vidas. É muito gratificante perceber a evolução e o crescimento pessoal deles. Aqui é um lugar protegido que apoia a vida, a segurança e a esperança. Vejo com orgulho que eles serão os nossos futuros profissionais e cidadãos que farão a diferença positiva no mundo”, relata Thiago Santos, educador da Casa da Criança.

São diversas etapas que antecedem a determinação judicial da saída de um acolhido. A definição poderá ser para o regresso à família de origem, ou extensa, em outras situações para adoção ou mesmo apoiar a autonomia com a maioridade. No caso da equipe técnica da Casa da Criança, composta por profissionais das áreas de serviço social, psicologia e pedagogia, somado aos trabalhos dos educadores, atuam para que as melhores definições aconteçam e que possam apresentar garantias de direitos aos acolhidos, seja dentro ou fora da instituição, como explica a assistência social Jakeline Cesar.

“Realizamos o Programa Preventivo ao Reacolhimento, que envolve diversos profissionais e registros sociais da rede de serviços do município. Avaliamos antes as questões sociais, psicológicas, familiares, a situação escolar e profissional, quando dentro desta realidade. O preparo para este momento de saída é construído diariamente, porém somente após a determinação judicial documentada que realizamos os eventos e ações concretas de despedidas junto aos envolvidos para que o suporte aconteça coletivamente. Propiciamos momentos que possam ser marcantes e positivos como um almoço especial, com os pratos que eles mais gostam, produzimos juntos álbuns de fotografias que possam retratar momentos felizes deles aqui dentro, criamos rodas de conversa, cantamos, trocamos cartas, mensagens e produzimos algo personalizado para compor a memória dos que estão saindo e também para os que ficam no acolhimento, para que possam ser impactados com algo motivador para as novas e boas fases da vida que ainda vão poder construir. No acolhimento trabalhamos com a alta complexidade do serviço social, registramos alguns desafios, porém há inúmeros resultados e conquistas maravilhosas. A família e os acolhidos recebem todo suporte necessário e surpreendem com suas potencialidades, são muito determinados e afetuosos nas relações com as pessoas, na escola e no trabalho também.  Todos são capazes de contribuir com este futuro que estamos construindo, devemos apoiar e acreditar neste mundo melhor que podemos fazer”.

O Serviço de Acolhimento Institucional da Casa da Criança é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Valinhos, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados em apoiar a instituição nestas férias receberão todo o suporte necessário, em todas as etapas. Para mais informações, podem ligar no 19 3871-0546 / 3869-5654, WhatsApp 19 99576-6257 ou acessar o site casadacriancadevalinhos.org.br.